Configurando PHP, Apache, MySQL e Xdebug para desenvolvimento de PHP no MAC OS X

Este tutorial mostra como configurar o PHP no pacote MAMP (Macintosh, Apache, MySQL, PHP), que inclui o servidor web Apache, o servidor de banco de dados MySQL e o mecanismo PHP. O MAMP destina-se a um ambiente de desenvolvimento de PHP para o Mac, que pode funcionar perfeitamente com o NetBeans IDE.

Xdebug é uma extensão para PHP que ajuda a fornecer informações valiosas para depuração de scripts PHP. O depurador do NetBeans funciona sobre a extensão Xdebug, fornecendo uma ferramenta de depuração eficiente no ambiente de desenvolvimento.

Conteúdo

O conteúdo desta página se aplica ao NetBeans IDE 7.2, 7.3, 7.4 e 8.0

Para concluir este tutorial, você precisa dos seguintes recursos e softwares.

Software ou Recurso Versão Necessária
NetBeans IDE Pacote de download do PHP
JDK (Java Development Kit) 7 ou 8
MAMP 1.7.x
Xdebug (opcional) 2.x

Observação: o pacote MAMP inclui o servidor web Apache, o mecanismo PHP e o banco de dados MySQL. O Mac OS X 10.5 e mais recente incluem o banco de dados MySQL e o servidor Apache com suporte PHP. Embora certamente seja possível configurar o banco de dados e o servidor incorporado com o IDE, o pacote tudo em um do MAMP oferece uma solução prática e facilmente configurável.

Instalando e Configurando o MAMP

  1. Faça o download da versão mais recente do MAMP.
  2. Extraia o arquivo de download e execute o arquivo .dmg. Quando o instalador for exibido, arraste o MAMP para a pasta /Applications.
    Painel do instalador do MAMP mostrando as opções MAMP e MAMP-Pro
  3. Navegue até /Applications/MAMP e clique duas vezes em MAMP.app. É aberto o Painel de Controle do MAMP.

    Você também pode instalar o widget do painel de controle do MAMP conforme descrito em MAMP/README.rtf, que permite iniciar e interromper servidores.
    Painel de controle do MAMP
  4. Clique em Preferências para abrir o painel Preferências; em seguida, selecione a guia Portas.
  5. Clique em Definir como Padrão as portas do Apache e MySQL. A porta do Apache é redefinida como 80 e a do MySQL como 3306.
    Painel de controle do MAMP com a guia Portas, depois que as portas foram alteradas para os valores padrão

Registrando o Banco de Dados MySQL do MAMP

O banco de dados MySQL do MAMP por padrão está localizado em /Applications/MAMP/db/MySQL. O nome de usuário e a senha padrão são root, o que pode ser visto nos detalhes da página de boas-vindas do MAMP que é aberta em um browser quando você executa o MAMP.

As interfaces do IDE com bancos de dados na janela Serviços (⌘-5). Você pode registrar o banco de dados MySQL do MAMP da seguinte forma:

  1. Clique com o botão direito do mouse no nó Bancos de Dados > MySQL Server e escolha Propriedades. A caixa de diálogo Propriedades do MySQL Server é exibida. É possível configurar todas as definições do MySQL nessa caixa de diálogo.
  2. Informe o nome do host e o número da porta do servidor de banco de dados, bem como o nome de usuário e a senha. Todas essas informações são exibidas na página de boas-vindas do MAMP quando você executa o servidor e o banco de dados. As definições padrão para executar o MAMP localmente são:

    • Nome do Host do Servidor: localhost
    • Número da Porta do Servidor: 3306
    • Nome do Usuário Administrador: root
    • Senha de Administrador: root
    Caixa de diálogo Propriedades Básicas do MySQL
  3. Selecione a guia Propriedades de Admin para exibir as definições que permitem a você iniciar e interromper o servidor de banco de dados no IDE. O MAMP mantém os scripts de shell na pasta bin. Nessa pasta, você encontra os scripts para iniciar e interromper os servidores. Para o caminho até a ferramenta Admin, você tem uma opção: pode estabelecer um link com MAMP.app de modo que possa usar o IDE para abrir o painel de controle do MAMP. Para isso, digite /Applications/MAMP/MAMP.app. Entretanto, uma opção alternativa seria usar o MySQL Workbench, que oferece uma interface GUI intuitiva para a execução de operações administrativas (isto é, configurar e monitorar o servidor MySQL, gerenciar usuários e conexões, fazer backups etc.). Para usar o MySQL Workbench, faça primeiramente o download e instale-o; em seguida, especifique as seguintes definições na caixa de diálogo:

    • Caminho/URL para a ferramenta admin: /Applications/MySQL Tools/MySQLWorkbench.app (instalação padrão do MySQL Workbench)
    • Caminho para o comando de início: /Applications/MAMP/bin/startMysql.sh
    • Caminho para o comando de interrupção: /Applications/MAMP/bin/stopMysql.sh
    Caixa de diálogo Propriedades de Admin do MySQL
  4. Se você optar por usar o MySQL Workbench como sua ferramenta admin do MySQL, especifique o soquete para conexão com o banco de dados do MAMP. Inicie o MySQL Workbench e, na página principal, clique em Nova Instância do Servidor, na coluna Administração do Servidor.
    Home page do MySQL Workbench
  5. A caixa de diálogo Criar Perfil da Nova Instância do Servidor é aberta. Selecione o método de conexão Soquete/Pipe Local e adicione o caminho para o arquivo do soquete na guia Parâmetros. O local padrão do soquete é: /Applications/MAMP/tmp/mysql/mysql.sock.
    Caixa de diálogo Criar Nova Instância do Servidor mostrando o caminho padrão para o soquete

Criando Projetos PHP

Quando você criar um projeto PHP no IDE usando recursos do MAMP, especifique para que o IDE copie os códigos-fonte na pasta htdocs do Apache. Dessa forma, depois de salvar seus arquivos após fazer alterações, os códigos-fonte sejam atualizados automaticamente na versão implantada.

Por exemplo, ao criar um novo projeto PHP, use o Assistente de Novo Projeto (clique no ícone Novo Projeto, na barra de ferramentas do IDE ( Ícone Novo Projeto ). Na terceira etapa do assistente, Executar Configuração, selecione a opção Copiar arquivos da Pasta de Códigos-fonte para outro local, e digite o caminho para a pasta htdocs.

O IDE se lembrará desse local nos projetos futuros. Para obter instruções adicionais sobre como criar projetos PHP no NetBeans IDE, consulte Configurando um Projeto PHP.

Ativando o Xdebug com MAMP

O MAMP contém um arquivo xdebug.so pré-compilado. Para usar esse arquivo, ative-o no php.ini do MAMP. O Xdebug não funciona com o Zend Optimizer; por isso, desative também o Zend Optimizer no arquivo php.ini.

Para ativar o Xdebug com o MAMP:

  1. Abra o arquivo php.ini em um editor de texto. Esse arquivo se encontra em

    /Applications/MAMP/conf/php5/php.ini.
  2. Localize a seção [Zend] e transforme cada linha em comentário.
    ;[Zend]
    ;zend_optimizer.optimization_level=15
    ;zend_extension_manager.optimizer=/Applications/MAMP/bin/php5/zend/lib/Optimizer-3.3.3
    ;zend_optimizer.version=3.3.3
     
    ;zend_extension=/Applications/MAMP/bin/php5/zend/lib/ZendExtensionManager.so
  3. Localize a seção [xdebug] e ative o Xdebug (substitua xxxxxxxx pelo número real). Adicione essa seção ao final de php.ini se não estiver lá.
    [xdebug]
     
    xdebug.default_enable=1
     
    xdebug.remote_enable=1
    xdebug.remote_handler=dbgp
    xdebug.remote_host=localhost
    xdebug.remote_port=9000
    xdebug.remote_autostart=1
     
    zend_extension="/Applications/MAMP/bin/php5/lib/php/extensions/no-debug-non-zts-xxxxxxxx/xdebug.so"
    Para obter uma explicação dessas propriedades, consulte Related Settings na documentação Xdebug Remote Debugging.
  4. Observe que a porta remota especificada para o Xdebug na etapa anterior é 9000. Essa é a porta do depurador padrão usada no NetBeans. Para confirmar, escolha NetBeans > Preferências no menu principal e selecione PHP na janela Opções.
    Janela Opções PHP
    Se for necessário, você poderá alterar a porta do depurador aqui.
  5. Abra o painel de controle do MAMP e selecione a guia PHP. Desmarque Zend Optimizer.
    Painel de Controle do MAMP com a guia PHP, depois que o Zend Optimizer foi desmarcado
  6. Inicie (ou reinicie) o servidor Apache do MAMP.

Depurando Projetos PHP

Para depurar um projeto PHP no IDE, clique com o botão direito do mouse no projeto, na janela Projetos, e escolha Depurar. Como alternativa, se o projeto estiver destacado na janela Projetos, você poderá clicar no ícone Depurar Projeto ( Ícone Depurar Projeto ) na barra de ferramentas principal.

Você pode definir o depurador para ser suspenso na primeira linha de código, ativando essa opção na janela Opções PHP.

Quando uma sessão do depurador está ativa, a barra de ferramentas do depurador é exibida acima do editor.

Barra de ferramentas do depurador

Você também pode abrir a janela Sessões para confirmar se uma sessão de depuração PHP está ativa. No menu principal, escolha Janela > Depuração > Sessões.

Barra de ferramentas do depurador


Consulte Também

Para obter mais informações sobre a tecnologia PHP no netbeans.org, consulte os seguintes recursos:

Para enviar comentários e sugestões, obter suporte e manter-se informado sobre os desenvolvimentos mais recentes das funcionalidades de desenvolvimento PHP do NetBeans IDE, junte-se à lista de correspondência .

get support for the NetBeans

Support


By use of this website, you agree to the NetBeans Policies and Terms of Use. © 2015, Oracle Corporation and/or its affiliates. Sponsored by Oracle logo